Unimos o tradicional ao digital.

3 dicas para montar um design matador para o template do seu e-mail marketing

O e-mail marketing é uma das principais ferramentas de marketing para as empresas em qualquer setor. Ainda assim, muitos empreendedores não dominam a técnica de construção de boas newsletters, deixando de lado o design e se preocupando apenas com o conteúdo da mensagem.

O problema desse tipo de estratégia é que para se ter boas conversões, principalmente as de clique, o design é fundamental. Sem essa atração, o interesse pela sua mensagem acaba se perdendo no meio de tantos outros e-mails. Pensando nisso, listaremos três dicas para você criar um design matador para suas campanhas de e-mail marketing.

Saiba utilizar imagens e textos

O uso de imagens e textos num template de e-mail marketing tem duas funções: a primeira é torna-lo melhor apresentado e atraente para leitura. Aqueles que só contém imagens podem diminuir a taxa de clique e os que contam apenas com textos afugentam leitores. A segunda função é ter uma arquitetura amigável aos clientes de webmails como Gmail e Outlook. Na maioria das vezes, as imagens não serão carregadas de forma automática, dependendo de uma ação do usuário. Se o e-mail apresentar algum texto, as chances delas abrirem irão aumentar.

Não há uma regra para o número de imagens ou quantidade de textos em um template matador. Isso depende dos seus produtos e da mensagem que quer passar, mas ilustrar um texto com uma imagem certamente o deixará mais atrativo para o leitor.

Use call to actions

As call to actions, ou “chamadas para ações”, são botões ou links que solicitam ao leitor efetuar algum tipo de ação. Pode ser um cadastro ou até mesmo o compartilhamento do e-mail. Funcionam quase como um lembrete sobre a função da campanha.

Incluir uma chamada é essencial em bons templates. Apesar de não haver regra, as melhores conversões vem de call to actions com cores diferentes do resto do template, para que haja destaque para a ação solicitada. A posição do botão também é muito importante, quando há apenas uma ação em todo o e-mail costuma-se acrescentar no topo e no rodapé. Se há mais, em geral, elas são colocadas lado a lado.

Escolher as cores, chamadas e posição de uma call to action depende muito da análise dos resultados de campanhas anteriores.

Invista num design responsivo

O número de acessos originados de plataformas móveis vem crescendo dia após dia. E isso impacta diretamente na elaboração da arquitetura dos e-mails marketing. É fundamental atualmente que qualquer template seja responsivo para ser lido em todos os dispositivos. Isso significa que seu leitor poderá abri-lo no celular, tablet e computador e ainda assim tirar proveito do conteúdo, imagens e call to actions.

Ainda que todas as dicas sejam seguidas, apenas um acompanhamento de campanha por campanha é que irá apontar o sucesso do seu newsletter. Criar um template matador é resultado de uma série de testes, medições e melhorias.

Mídias digitais geram resultados

e-book com dicas para aumentar as vendas on-line

Escolha a ferramenta correta

A plataforma é fundamental para o desempenho da Loja Virtual. O custo da plataforma pode ser baixo e representar apenas 15 a 20% do custo total, ao contrário do que muitos lojistas pensam. Saiba escolher!

Leve as pessoas para o site

Não basta apenas que sua empresa ou marca seja conhecida, o site também tem que ser. Crie estratégias para aumentar a visitação da loja online. Descubra como fazer isso!

Acompanhe as tendências do mercado

O mercado se movimenta muito rápido, e a loja virtual tem que acompanhar essa velocidade. Cada visita no site tem que ser surpreendente.

Clique aqui para baixar o e-book grátis.

Página X Perfil: Como usar o Facebook no e-commerce?

social

O Facebook exerce grande influência no mercado virtual. Mas, além dos erros cometidos durante a caminhada, há um detalhe primordial, no qual o empreendedor não pode se enganar: a escolha entre página e perfil no Facebook.

Para e-commerces e empresas de forma geral, é ideal que uma página seja criada, por se tratar de um ambiente específico para organizações, onde as possibilidades de interação e visibilidade são maiores. Confira as principais diferenças entre perfil e página:

Perfil no Facebook

• Visibilidade limitada nos mecanismos de busca;
• Limite de ‘amigos’;
• É necessário adicionar e aceitar ‘amigos’;
• Não há acesso às estatísticas sobre os visitantes.

Página no Facebook

• Possui maior visibilidade nos mecanismos de busca;
• Pode ser gerenciada por diferentes perfis administradores;
• Não há limite para o número de fãs;
• É possível sugerir que sua página seja ‘curtida’, a partir do momento da criação;
• Pode-se criar anúncios relacionados à sua empresa e alcançar potenciais clientes;
• Acesso às estatísticas e dados sobre visitantes da página, conteúdo, alcance, etc;
• O cliente pode dar ‘check-in’ no local, em caso de estabelecimento físico, aberto ao público;

Além de perder muitos recursos ao usar o Facebook como perfil, a criação de uma página transmite profissionalismo, preparo e qualidade. Portanto, para destacar sua loja virtual nesta mídia, aposte em uma fanpage!

Fonte: ecommercenews.com.br

Aniversário do cliente – Confira como o envio de um e-mail marketing pode ajudar a fidelizá-lo

email

Uma das grandes vantagens do uso do e-mail marketing na fidelização de clientes é a possibilidade de personalização, ou seja, gerenciamento de campanhas voltadas a perfis diferenciados por segmento, partindo do princípio de que cada um deles é único, importante e possui características próprias. Sendo assim, campanhas de e-mail marketing direcionadas são mais eficientes e produzem mais resultados na fidelização.

O aniversário do cliente é uma oportunidade de estreitar laços e, para isso, o envio de e-mail marketing em datas comemorativas é uma alternativa simples e eficaz. Confira de que forma essa estratégia pode aumentar a proximidade com seus clientes e seu faturamento.

Mantenha o perfil de sua base atualizado

A vantagem de ter seu banco de dados atualizado é poder contar com informações para aumentar o impacto do e-mail marketing de aniversário. Essas mensagens personalizadas têm maior retorno e eficácia quando atreladas a produtos de interesse do cliente e sugestões de vantagens. Além disso, ao contar com informações que vão além de nome e e-mail, você pode estender a campanha para outras datas como, por exemplo, o aniversário do relacionamento dele com a sua empresa, casamento e outras datas importantes.

Conteúdo com bom senso

A sensação de ser lembrado em uma data especial é única. Para a sua marca esse gesto tem como objetivo ser lembrado de forma positiva e gerar acessos para o seu site ou visitas ao seu comércio. Por isso é importante usar o bom senso quanto ao teor de seu e-mail marketing: se a mensagem não se restringir apenas às felicitações, aproveite para oferecer seus produtos sem torná-lo uma mera propaganda.

Ofereça uma vantagem de presente

Uma lembrança no dia em que o cliente faz aniversário, com uma mensagem que fuja do óbvio e um belo layout, por si só já aproxima sua empresa de seu público. Vamos dizer que é útil fazer valer estes momentos comemorativos como estratégia de aproximação. Para ir além, ofereça uma vantagem ou desconto exclusivo em produto de interesse naquela data como forma de presentear um cliente importante e retribuir sua preferência.

Prepare seus clientes com antecedência para uma vantagem de aniversário

Guarde esta informação: estudos mostram que o e-mail marketing de aniversário convertem 300% mais visualizações do que e-mails de propaganda. E sabendo que as pessoas normalmente encaram a data com uma contagem regressiva, programe-se para enviar uma oferta especial de aniversário com alguns dias de antecedência que contenha no assunto algo como “Seu aniversário está chegando!” e, na própria data, envie felicitações com lembrete da oferta. Muitas pessoas não costumam comprar por impulso e a estratégia visa permitir que seu cliente se programe para uma compra vantajosa em data futura.

Onde seu cliente vai chegar com seu e-mail marketing?

Você preparou uma campanha personalizada, com layout atraente e conseguiu fazer com que seu cliente clique no link que acessa o seu site. Mas o que ele vai encontrar quando acessar a sua página? Se for conteúdo que não seja de seu interesse e que o obrigue a fazer buscas, talvez seu esforço tenha sido em vão. Cuide para que a pessoa que se interessou pelo seu e-mail seja direcionada a assuntos e produtos que a atraiam segundo seu perfil, que é único.

Não pense apenas em vender

O que seus clientes têm comentado nas redes sociais? Que lugares eles mais frequentam? Qual o seu esporte favorito? Estes são assuntos que geralmente não se aborda em cadastros rotineiros, mas se conquista através de análises em várias mídias sobre quais são os interesses de seus compradores que não tenham necessariamente relação com o seu produto ou serviço. Se você sabe que um de seus clientes mais lucrativos participa de 20 fã-clubes dos Beatles, por que não personalizar seu e-mail marketing de aniversário com o tema?

Como definir a melhor frequência de envios de e-mail marketing?

clock-email

O uso do e-mail marketing é muito comum desde que as novas tecnologias começaram a atuar como fortes ferramentas de comunicação e marketing. Mesmo que o e-mail marketing tenha gerado polêmicas sobre sua eficácia, o canal se fortalece cada vez mais como uma das principais ferramentas de vendas, relacionamento e fidelização para as empresas, seja para negócio B2B ou B2C. Isso se deve ao fato de que a penetração do e-mail é muito maior do que das redes sociais, além do fato de que as pessoas costumam ser mais receptivas a anúncios e ofertas vindas de um e-mail, quando a estratégia é bem elaborada envolvendo, inclusive, uma forte segmentação de públicos para o direcionamento de mensagens.

Além disso, é importante citar que, ao contrário do que se previa, o uso de e-mail não perdeu força diante do crescimento das redes sociais. Com mais gente comprando pela internet, é natural a importância que o e-mail recebe para atrair novos clientes.

Apesar de ser uma boa ferramenta, o e-mail marketing sofre com baixas taxas de abertura de e-mail e de cliques, além do temido filtro AntiSpam dos provedores de e-mail. Isso significa que buscar melhorar cada detalhe pode trazer um aumento significativo no número de pessoas impactadas. Entre as diversas melhorias, está a definição da frequência de envios do e-mail marketing. Abaixo citamos três fontes que você poderá se basear para esta questão. Veja qual se adequa melhor às expectativas e mercado de sua empresa e comece agora mesmo a elevar os retorno sobre o investimento em campanhas de e-mail marketing:

Usando dados do serviço de e-mail marketing

A maioria dos serviços de envio de e-mail marketing possui uma quantidade significativa de dados e informações sobre suas campanhas. Através de dados de campanhas passadas é possível descobrir em quais dias e horários seus e-mails foram abertos por mais pessoas e geraram mais cliques.

Através de uma análise criteriosa, é fácil estabelecer qual o ponto de saturação dos seus e-mail. Ou seja, se você manda e-mail a cada dois dias e perceber que há uma queda nas taxas de abertura esse pode ser um sinal de que a frequência é elevada. Outro dado que pode apontar problemas é o número de clientes que excluem seus e-mails da sua lista. Um número crescente pode significar que você está incomodando.

Usando dados do mercado

Se você ainda não possui dados suficientes sobre suas campanhas para estabelecer um modelo de frequência de envios, pode utilizar dados do mercado para criar uma regra. Em geral, para lojas virtuais, por exemplo, o indicado é dois disparos por semana. Esses disparos devem conter mais informações do que apenas divulgação de ofertas e produtos, dessa forma, mesclar um e-mail marketing promocional com um institucional, ou até mesmo implementar práticas de marketing de conteúdo pode adiar a saturação da sua base.

Muitas vezes a frequência do e-mail marketing é importante para um determinado setor da sua empresa. Se você precisa informar diariamente seus clientes sobre algum tipo de alteração do mercado, e-mails diários são mais indicados. Neste ponto, é importante analisar o que seu cliente deseja, usar do bom senso e, claro, acompanhar as métricas para validar a decisão.

O comportamento dos usuários

Por último, analise o comportamento dos seus usuários. Com que frequência eles visitam seu site? Com que frequência compram de você? Como seu e-mail marketing impacta nesses números? Conhecer seu público é a melhor maneira para definir a frequência de envios de suas campanhas. Além disso, não tenha preguiça de fazer testes. Quanto mais testes fizer, maiores as chances de encontrar um modelo que seja bom o bastante para as suas intenções de venda.

 

Como utilizar o e-mail marketing de forma eficiente para o seu pós-venda

Ao realizar uma compra sempre buscamos produtos de qualidade, um atendimento correto e o mínimo de atenção por parte de quem oferece o serviço. Garantir a satisfação do cliente é a porta de entrada, um convite para uma boa relação e, consequentemente, para a fidelização. Entretanto, com a concorrência cada vez maior, é preciso se dedicar cada vez mais. Não deixe que a relação com o consumidor esfrie depois do ato da compra. A partir do momento em que você realizou uma venda, aproveite a ocasião para fidelizar este novo cliente. Para isso, as ações de pós-vendas com o e-mail marketing passa a ser a melhor estratégia. Por isso, selecionamos algumas dicas e instruções sobre como executar esta tarefa de forma eficiente. Confira!

Tempo x dinheiro: uma relação de sucesso para o seu negócio

Abordar o cliente via e-mail em uma ação pós-venda é a melhor alternativa para aqueles que optam por economizar tempo e dinheiro. Ao contrário de uma abordagem via telemarketing, que nos dias de hoje pode inclusive soar um pouco inconveniente para alguns, o e-mail marketing permite que o cliente receba a mensagem, leia e processe no seu tempo, sem pressão. Os resultados geralmente são bastante positivos.

Agradeça pela compra!

O primeiro passo para uma estratégia de pós-vendas de sucesso através do e-mail marketing consiste em uma ação simples: agradecer o cliente pela confiança em comprar de sua loja. Esse e-mail é o início do relacionamento com intuito de fidelizá-lo. Não se esqueça de aproveitar a oportunidade e convidá-lo para acompanhar suas redes sociais, disponibilizar sua política de trocas e devoluções, passar o contato para possíveis problemas ou mesmo necessidades.

Mantenha seu cliente informado sobre o processo de entrega

Em caso de e-commerces, por exemplo, você pode inserir em sua régua de relacionamento mensagens automatizadas informando ao seu cliente o status do processo de entrega do produto adquirido. As mensagens facilitam esse acompanhamento, geram confiança e ampliam a satisfação de seu cliente que percebe a preocupação de sua empresa com ele.

Meça a satisfação de seu cliente

Procure saber o que o cliente achou do atendimento, do produto, da embalagem, do prazo de entrega ou mesmo as sugestões que ele daria para possíveis melhorias do serviço. Com essas informações em mãos fica mais fácil mensurar os erros e acertos para posteriormente tomar as melhores medidas possíveis. Além da possibilidade de potencializar acertos e minimizar aspectos negativos, você irá aumentar as chances de fidelizar clientes.

Contato por tempo de inatividade

Também faz parte do pós-vendas tentar gerar novos negócios reavendo antigos consumidores inativos. Com o auxílio de uma boa plataforma de e-mail marketing é possível programar um contato com esse cliente por período de inatividade predeterminado. Nesta ação você pode, inclusive, oferecer um desconto ou algum outro benefício fomentando uma nova compra. É como uma mensagem “estamos com saudade!”, por exemplo.

Personalize a comunicação!

Não generalize nem subestime seus clientes. A personalização é uma forma eficaz de tornar o e-mail marketing uma ferramenta eficiente, principalmente num pós-venda. Se possível, faça menção do nome do cliente na saudação e seja coerente com as preferências dele.

Atente-se às boas práticas

Uma vez que o cliente realiza uma compra e manifesta interesse em receber novidades por e-mail, estabeleça um contato frequente. Escreva o suficiente para não ser esquecido, mas no limite para não ser lembrado como “a empresa que envia e-mails indesejáveis”.

Investir no recebimento desse feedback pós-vendas é fundamental e vital para conquistar bons clientes e aumentar a lucratividade do seu negócio. Coletar essas informações através do uso de e-mail marketing é uma maneira inteligente e com custo bastante acessível para buscar melhorias no relacionamento com o cliente e até mesmo para a sua empresa, produtos e serviços prestados. Leve sempre o pós-vendas em consideração como uma ação que finaliza um ciclo para iniciar outro.

Brasil é quinto em ranking dos países com maior número de internautas

 

Com 68 milhões de visitantes únicos na Internet, o Brasil ultrapassou a Rússia em 2014, sendo agora a 5ª maior audiência digital do mundo. É o que revelou um levantamento produzido pela ComScore, empresa especializada em análise de dados e estatísticas envolvendo Internet. O estudo, intitulado “Brazil Digital Future in Focus 2014”, compila tendências sobre uso da Internet no país, envolvendo temas como mobile, redes sociais, publicidade e e-commerce.

A pesquisa aponta que o Brasil representa 40% dos 169 milhões de internautas da América Latina. Praticamente dois terços desses brasileiros (65%) têm menos de 35 anos, sendo 51% homens e 49% mulheres. São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul são os estados com a maior quantidade de internautas, mostrando também o maior crescimento na base de usuários de Internet de 2013 a 2014.

Referente ao tempo online a pesquisa mostrou que os brasileiros passam, em média, 29,7 horas por mês na Internet, ou, sete a mais que a média mensal mundial de 22,7 horas, e quase oito a mais que a média da América Latina, de 21,9 horas.

Comércio Eletrônico

Das quatro categorias-chave (entretenimento, varejo, notícias e viagens) mais buscadas pelos brasileiros na Internet, o varejo ocupa a segunda posição, atrás de entretenimento. As lojas de eletroeletrônicos são as mais procuradas no varejo online, seguidas por lojas de departamento, marcas de esporte, e-commerces de vestuário e livros.

Quase 60% dos compradores online têm menos de 35 anos, com metade desse percentual (29.3%) tendo 15-25 anos e a outra metade (29.2%) 25-34 anos. O resto dos compradores têm 35-44 anos (20.4%); 45-54 (13%); e 55 ou mais (8%). Os sites de varejo mais acessados por essas audiências são Mercado Livre, B2W Digital, Buscapé, Nova Pontocom e Walmart.

Redes Sociais

Com larga vantagem, o Facebook mantém a preferência nacional em mídias sociais, ocupando 97.8% do tempo total utilizado em redes sociais. Completando o top5 de redes mais acessadas aparecem LinkedIn, Twitter, Tumblr e Askfm. Embora não figure entre as mais populares, o Instagram apresentou um crescimento considerável em interações nos últimos doze meses: 893%, totalizando 4 milhões de interações em abril. Para fins de comparação, somente as páginas mais populares do Facebook no Brasil apresentaram 82 milhões de interações no mesmo mês.

O acesso à rede de Mark Zuckerberg é um dos hábitos mais frequentes dos internautas nacionais: de acordo com a pesquisa, os brasileiros passam mais tempo navegando no Facebook do que o total de horas que mexicanos e argentinos navegam online por mês. Mensalmente, os brasileiros passam 775 minutos online em rede sociais, mais que o dobro da média mundial, de 346 minutos.

A pesquisa na íntegra pode ser acessada pelo link.

 

Assunto é crucial para abertura e entregabilidade do e-mail marketing

As linhas de assunto são cruciais em campanhas de e-mail marketing. Quando bem pensadas e testadas, levam a taxas de abertura, cliques e respostas muito maiores.

Vejamos alguns números que comprovam que você deve se preocupar com o assunto em suas campanhas de e-mail marketing: segundo dados divulgados na Email Evolution Conference 2010, 69% das pessoas se baseiam no assunto antes de abrir a mensagem, 60% dos internautas clicam em “denunciar como spam” baseados no assunto do e-mail, 80% dos destinatários deletam ou reportam “mensagem como spam” sem mesmo abri-la. Um assunto personalizado gera um incremento de até 39% em aberturas, assim como a menção do período em que expira a promoção na linha de assunto também aumenta em 39% essa taxa.

Além disso, o assunto do e-mail deve informar o essencial nos primeiros 25 caracteres – acima disso, ele nem sempre será exibido. A segmentação também é fundamental: aumenta em 42% a taxa de abertura.

Outros fatores também precisam ser analisados. Será que o assunto que você colocou no e-mail marketing é útil? O público-alvo considera o assunto interessante ou atraente? É importante passar no assunto o senso de urgência? O único ponto relevante na linha de assunto é obter a abertura?

As respostas podem ser sim e não. Isso mesmo! A mensagem passada no assunto é tão importante quanto o fato de o e-mail ser aberto ou não. O texto da linha pode deixar uma boa impressão aos consumidores e também fortalecer a marca da empresa.

Dê atenção ao tamanho da linha de assunto, pois existem limites máximos aceitos nos smartphones e nos provedores. Cuidado ainda com as linhas muito curtas porque elas podem ficar sem sentido.

A repetição de assuntos em campanhas seguidas também pode ser um grande problema. É importante passar a ideia de que os benefícios oferecidos são únicos e exclusivos. Além disso, algumas palavras, como “clique aqui”, “trabalhe em casa”, “sigilo absoluto”, “curso”, “ganhe dinheiro”, “consulte-nos” e muitas outras deixam a suspeita de spam. Por isso, é preciso ter muito cuidado com o texto que vai utilizar no seu envio.

Por fim, teste mensagens com 10% da sua base usando assuntos diferentes e, após 24 horas, utilize aquele que deu mais resultado para todos.

Aprovação de conteúdo para redes sociais com agilidade:

é possível?

Um levantamento realizado pela consultoria eMarketer revela que nove em cada dez empresas devem realizar ações de marketing nas mídias sociais. E o estudo feito pela PricewaterhouseCoopers reforça que o Brasil será uma das oito regiões mundiais com maior crescimento nos investimentos em publicidade e gastos do consumidor com entretenimento nos próximos cinco anos, como publicidade na internet (18,6%) e acesso à rede (14,7%) sendo os segmentos com maiores taxas de crescimento anual composto.

Diante deste cenário, o mercado exige que cada vez mais, as agências de publicidade e os profissionais da área criem uma aproximação maior com os seus clientes, de forma que consigam interagir durante a criação e aprovação do conteúdo trabalhado, para ganharem agilidade neste processo e não perderem o timing que as redes sociais exigem.

Hoje, as marcas precisam estar atentas e cada vez mais preparadas para trabalhar com o real time e otimizar o máximo possível todas as tarefas que envolvem ainda uma certa burocracia. Com pequenas alterações no dia a dia, você pode melhorar o andamento da agência e, para isso, separamos algumas dicas:

- Produzir um briefing bem elaborado pode facilitar o entendimento de todos os envolvidos no projeto;

- Criar um grupo de e-mails com todos os participantes é mais rápido e prático para acompanhar em tempo real as alterações e aprovações, podendo ser inseridos comentários na dinâmica;

- Buscar sempre deixar as informações concentradas em um mesmo lugar para evitar o conflito de versões;

- É possível elaborar um calendário, que permite a todos terem uma visão melhor da criação e distribuição do conteúdo e, com todos interagindo em um único local, o tempo de criação e apresentação de peças a serem aprovadas;

- Comece a olhar as interações de atendimento ao usuário de forma mais editorial e estratégica. Um contato com o consumidor pode render novos conteúdos e possivelmente render uma boa repercussão nas redes sociais, quando feito de forma autêntica e natural;

- Em redes como Facebook, que reduzem o alcance orgânico das peças publicadas nas páginas de marca, é interessante deixar uma verba separada para promoção do post. Este investimento pode garantir o sucesso no engajamento do seu conteúdo e, se estiver pré-aprovado, você certamente não perderá o timing com isso!

Optando pelas melhores alternativas, as agências de publicidade ganham tempo e, ao invés de se preocuparem no serviço manual de aprovação de conteúdo com os seus clientes, ganham mais agilidade e podem se dedicar mais à criação e detalhes da campanha.

 

O que é um site responsivo? É essencial?

mobile-commerce

Quanto tempo você passa diante da tela de seu celular? Nunca parou para pensar nisso? Pois o estudo AdReaction* pensou. Produzido pelo conceituado instituto de pesquisa Millward Brown e publicado no primeiro trimestre de 2014, ele investigou essa questão e identificou uma série de tendências. A mais bombástica delas indica que os smartphones estão desbancando as TVs.

Segundo a pesquisa, os brasileiros passam em média 149 minutos/dia conectados na tela do celular ante 113 minutos/dia assistindo à TV. É muito? Espere para ver outros países. Os americanos ficam 151 minutos/dia vidrados em seus dispositivos mobiles frente a 147 minutos/dia gastos com a TV. Já os chineses não perdem tempo no sofá: 170 minutos/dia para os celulares contra apenas 89 minutos/dia para a televisão.

Essa informação deve ser estudada com muita atenção sobretudo para quem trabalha com marketing digital.  Na prática, avalie se está na hora de dedicar mais tempo e dinheiro para melhorar a navegação de seu site em plataformas mobile, ou seja, torna-los sites responsivos. E o exercício não consiste em apenas abrir o seu site no tablet ou smartphone para verificar se os textos e fotos estão iguaizinhos ao da tela do PC.

Se seu site mobile é apenas uma réplica do modelo web, é recomendável que você navegue com frequência por ele para sentir possíveis problemas de navegação que seu usuário encontra quando vai visitá-lo. Por isso, faça testes e simule operações. Há vários empresários que se surpreendem diante dessa tarefa.

Durante esse tour vivenciam dificuldades de navegação, como os inúmeros redimensionamentos de tela para acessar com precisão de toque os botões (links), que na tela do celular tornam-se minúsculos. Em alguns casos um banner mal feito, pode até mesmo impedir que as pessoas naveguem em seu site.

Ao fazer essa simulação você vai querer tornar a navegação mais ágil e amigável. E para atender a essa demanda, é recomendável tornar o seu site responsivo.

O que é Site Responsivo?

Idealizada por designers e programadores, sites responsivos permitem que as páginas se adaptem automaticamente de acordo com o sistema operacional do usuário e as telas do dispositivo utilizado por ele, favorecendo a leitura e agilizando a navegação, pois aqueles redimensionamentos com os dedos não serão necessários.

O segredo do site responsivo consiste em programar o código das páginas de acordo com o conceito de grade fluída, no qual dimensões dos elementos (fotos e textos) sejam definidos por unidades relativas a porcentagem, em vez de unidades absolutas tais como pixels ou pontos. Mas, detalhe: a aplicação de design responsivo não serve para sites construídos em flash. Opte por estruturar seu site em HTML.

Tornando seu site responsivo, você garantirá uma excelente experiência para o seu público mobile, que na prática renderá mais pageviews, tempo de permanência no site e, claro, mais vendas para sua empresa.